Stormzone: Irlandeses lançam 7º álbum “Ignite the Machine”

Oriundos de Belfast, Irlanda do Norte, a banda Stormzone, criada em 2004, pratica um Heavy Metal bem moderno, melódico, com pinceladas generosas de Hard Rock, AOR e até de Power Metal.

Curiosamente, sua criação estava vinculada a ser uma banda de estúdio. Seu mentor, o vocalista John “Harv” Harbinson, já havia tido passagens por diversas bandas, incluindo No Sweet, Fastway, Den of Thieves e até Sweet Savage. Com a ideia de uma nova empreitada criativa, Harv convocou outros músicos para se juntar a ele. Após o lançamento do álbum de estreia “Cautght in the Act” (2007), Harv juntou-se a outros músicos para criarem um projeto paralelo em tributo ao Iron Maiden. Durante os ensaios, a banda decidiu compor material próprio, original, o que acabou levando a banda na direção de se tornar uma banda de palco, ao vivo, e não mais apenas uma banda de estúdio.

Ao longo dos anos, foram sendo lançados vários outros álbuns, com algumas mudanças na formação. A banda tem angariado bastante respeito na cena, participando de diversos festivais e saindo em turnês com vários nomes importantes. Neste ano de 2020, a Stormzone disponibiliza seu sétimo registro “Ignite the Machine”, com John “Harv” Harbinson, nos vocais, Jr. Afrifa e Steve Moore, nas guitarras, Graham McNulty, no baixo e David Bates, na bateria.

O novo álbum, lançado em 31 de julho pelo selo Metalapolis Records, traz 12 faixas com um Heavy Metal de qualidade, inspirado nos sons oitentista e noventista.

Alguns dos destaques desse novo álbum são a faixa de abertura “Tolling of the Bell”, uma música pesada, melodiosa e com um belo refrão, “My Disease”, possivelmente a melhor faixa deste novo trabalho, uma faixa melódica e enérgica e “Flame that Never Dies”, que inicia de forma lindamente acústica, mas se transforma numa canção poderosamente melódica.

“Acenda a máquina” e delicie-se comeste belo lançamento.