Resenha: Biographia54 – Irreversível (2020)

A banda carioca Biographia54, lança oficialmente seu segundo trabalho autoral, o sucessor do EP “Perto Daqui”. A obra recebe o nome de “Irreversível” e traz 8 faixas. A temática lírica aborda o enfrentamento das mazelas da vida, dos conflitos do dia a dia, sempre mesclando diversos ritmos dentro do rock e até de elementos mais dançantes.

Verônica Vox (vocais), Alex Maldini (guitarra, vocais e backing), Diogo Milão (baixo) e Allan Lima (bateria) vem a cada lançamento se consolidando na cena com seu talento e competência, escrevendo com letras garrafais o nome da Biographia54.

O single “Miragem” já é uma realidade, tendo inclusive feito parte de festivais online. Hoje, às 20:00hs, no canal da Rádio Catedral do Rock, no YouTube, a banda faz sua primeira apresentação ao vivo deste novo tempo, numa live-show transmitida diretamente de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. Você pode assistir ao show de lançamento do novo álbum “Irreversível” acessando o canal da Rádio pelo link abaixo:

https://www.youtube.com/c/CatedralDoRock

O novo álbum inicia com a faixa “Pare e Pense”, uma canção bem dançante que traz a participação especial do rapper Sassá. Em seguida ouvimos “Longe Demais” uma faixa que lembra um pouco o Jota Quest. “Não vai Passar” é a terceira canção do álbum com vocais de Alex Maldini, com uma levada mais lenta e cadenciada. “Onde estão as flores?” é um Blues muito gostoso, guitarrístico como o estilo exige. A voz de Verônica dá um toque especial. “A Rocha” abre com uma linha de guitarra fazendo um riff interessante. O baixo também contribui para deixar a música mais pesada, com uma levada hard, uma das melhores. “Danos Irreversíveis” mantem o peso, sendo interpretada de forma mais agressiva com um solo eletrizante. As duas faixas finais entram como bônus,  uma vez que já tinham sido lançadas como singles. “Miragem” é uma faixa grandiosa, intensa, com um dueto vocal entre Verônica e Alex. Em minha opinião, a melhor música do novo trabalho e ainda ganhou um clipe fantástico. Fechando o play “Chama por Mim” é mais cadenciada, com uma levada bem gostosa.

“Irreversível” é um álbum maduro, coeso, fruto de um trabalho original e muito profissional, mostrando que o quarteto não veio pra brincar, mas pra mostrar que sua música é coisa séria. Um excelente trabalho, com certeza, e eu o coloco como um dos melhores do ano.

Biographia54 – Irreversível (2020)

  1. Pare e Pense
    2. Longe demais
    3. Não vai Passar
    4. “Onde estão as flores?”
    5. A Rocha
    6. “Danos Irreversíveis”
    7. Miragem
    8. Chama por Mim